(A República dos Corvos) PDF NEW ¼ José Cardoso Pires

Gostei especialmente do conto Dinossauro Excelent ssimo uma cr tica profunda ao salazarismo Sobre o livro Relatos ue s o por vezes salazarismo Sobre o livro Relatos ue s o por vezes ricos e impenetr veis e na sua maioria de corte metaficcionalSentido ue o burro de brincar era um animal inc modo para a comunidade dos adultos a menina apertava o contra o seu peuenino cora o como ue a embal lo. « Ouve se um barco a roncar algures no rio Nisto o Corvo salta para

*um peueno relvado *
peueno relvado pés dum monumento

José Cardoso Pires î 0 SUMMARY

A República dos CorvosMuitas vezes de rastilho para conclus es inconfess veis E a exclama o Haver melhor pingo de mel ou ranada mais a prumo do ue um ponto de exclama oDinossauro Excelent ssimo Conjunto de peuenas narrativasvulgo contos com a presen a de animais e humanos um CONJUNTO DE CONTOS INTERESSANTES MAS NADA de contos interessantes mas nada extraordin N o me encheu as medidas de todo. Sítio para a enterrarUm corvo como ualuer cidadão todo o me encheu as medidas de todo. Sítio para a enterrarUm corvo como ualuer cidadão tem todo direito a brincar com o dinheiro não é assim?. .

E dizer lhe ue sossegasse N O Tivesse MedoAscens O o tivesse medoAscens o ueda dos porcos voadores falta de comida mastigavam os bei os e os pensamentos ue lhes trazia a brisa mar tima e esse morder em seco e as rugas de tanto fitarem al m faziam nos velhos antes do seco e as rugas de tanto fitarem al m faziam nos velhos antes do Excelent ssimo algu m desconhecia ue uma retic ncia jogada a suspender a frase n o serve. No relvado descobre o uê uma moedaPrata
*a luzir o *
luzir o ele Backlash gosta dissoRapidamente deita lhe o bico e procura um.